Ferramentas de Migração, Ambientes de Hospedagem e Coisas a se Considerar

14 junho 2018 | Atlassian, Notícias

Quando você está adotando o Jira, Confluence e as outras ferramentas Atlassian, você pode ficar indeciso na hora de escolher entre uma instância Cloud, Server ou Data Center. A medida que seus requisitos mudam e a adoção do seu ambiente Atlassian se expande,  talvez você queira avaliar se é a hora de realizar uma migração.

Durante esse processo é essencial que você tenha a ajuda de um parceiro Atlassian para dar recomendações e fazer uma avaliação da melhor forma de aprimorar sua experiência de uso.

Além do mais, as versões agora são desenvolvidas em separado e não há correlação entre ambas. Então, é bom você ter seus requisitos mapeados e avaliar as oportunidades que cada cenário apresenta.

Mas antes de falarmos sobre migração de instâncias, é importante entender quais as diferenças e benefícios que o Cloud, Server e o Data Center oferecem e o que pode levá-lo a decidir migrar seu ambiente:

Pontos fracos Cloud:

  • Número de usuários limitado na instância. (máximo de 2000 usuários)
  • Você não tem total controle sobre o seu ambiente, sem acesso ao banco de dados, a realização de integrações mais complexas e não consegue monitorar o uso do disco.
  • Você não pode efetuar personalizações e utilizar plugins customizados para auxilia-lo nos seus requisitos de negócio.
  • Não pode usar url personalizada.

Pontos Fracos Server:

  • Custo da infraestrutura
  • Depende de profissionais capacitados para cuidarem das suas instâncias e garantirem sua estabilidade.
  • Dificuldade de ter uma visão clara da capacidade da infraestrutura, dimensionamento e uso pelos usuários.
  • Maior esforço na etapa de instalação e configuração do ambiente, apps do marketplace e gerenciamento de usuários.
  • Sua equipe fica responsável por atualizar e licenciar sistemas operacionais, banco de dados, Java, produtos Atlassian e cuidar do espaço em disco / memória.

Em quais situações as empresas entendem que é a hora de migrar suas instâncias de JIRA e Confluence?

Cloud para Server:

  • Você começou utilizando o Cloud e agora que sua equipe sabe utilizar as ferramentas, eles querem ir além e usar o potencial da plataforma Server em termos de apps, personalizações e controle.Nas instâncias Server é possível criar suas próprias integrações através da API, que é mais flexível que no Cloud. Por exemplo:

Integrações com sistemas de ERP e CRM;

Add-ons personalizados.

  • Seus requisitos de negócio mostram que há uma necessidade específica por um app ou funcionalidade que só é possível num cenário server.

Você deve tomar cuidado com os apps que estão instalados no seu ambiente. Muitos deles não estão disponíveis para cloud. Eles podem ter diferentes opções de licenciamento e variação das suas funcionalidades devido às restrições do ambiente cloud

É recomendado ter uma equipe responsável por prestar suporte a aplicação para ajudar nas atualizações e manutenções do seu ambiente Atlassian.

Server para Cloud:

  • Eles estão cansados de ter que monitorar e cuidar da sua própria infraestrutura.
  • Eles não tem os recursos e talentos necessários para ajudá-los a administrar suas instância server.
  • Eles usavam algumas ferramentas em outro momento, mas ao reavaliar o ambiente atual, perceberam que necessitam menos funcionalidades, integrações e precisam retirar alguns apps que não fazem mais sentido. O ambiente cloud torna-se uma opção viável.

Server para Data Center:

Se seu ambiente Atlassian é fundamental para atingir seus objetivos de negócio, você deve avaliar investir em uma plataforma Data Center. Múltiplos nós e balanceadores de carga fornecem um site com Alta Disponibilidade e Recuperação de desastres para evitar interrupções de sistema. É importante analisar esses cenários se você está escalando o uso das ferramentas Atlassian em sua empresa:

  • Com o crescimento da adoção das ferramentas, mais usuários, integrações e add-ons são necessários. Essa expansão pode causar redução no desempenho ou instabilidade devido ao alto tráfego de usuários e operações.
  • As ferramentas Atlassian são de missão crítica e você precisa de flexibilidade e previsibilidade ao escalar seu ambiente.
  • Você trabalha com equipes distribuídas que precisam acessar o repositório de códigos e eles estão tendo problemas devido ao tempo de clonagem dos repositórios estar diminuindo a produtividade.

 

Algumas dicas:

  • Antes de migrar, recomendamos que você atualize a solução Server para a última versão.
  • Há funcionalidades nas versões Cloud que ainda não foram lançadas para as versões Server ( e talvez nem sejam).
  • Você deve lembrar que no Server você precisa efetuar o link entre as ferramentas Atlassian após migrar do Cloud.
  • Você deve ter cuidado para gerenciar suas licenças já que elas funcionam de forma diferente do Cloud. Você precisa controlar sua faixa de usuários e renovar suas licenças para garantir que seu ambiente esteja atualizado.

Como a e-Core pode ajudá-lo?

É recomendado ter uma equipe responsável por prestar suporte a aplicação para ajudar nas atualizações e manutenções do seu ambiente Atlassian. Nós podemos ajudá-lo a entender suas demandas e fornecer diretrizes de quais as melhores opções para você atingir seus objetivos de negócio.

Nós efetuamos health check e processos de análise em seu ambiente para determinar as melhores recomendações relacionadas a capacidade e dimensionamento da sua infraestrutura e os apps que são necessários pra seu ambiente.

Independentemente de ter uma equipe para ajudá-lo em seu ambiente Atlassian ou precisar que a e-Core gerencie e hospede seu ambiente, nós estamos prontos para ajudá-lo como seu Atlassian Platinum Solutions Partner.

Leia mais em:

Atlassian Executive Forum – Review

Na última terça-feira, dia 26, e-Core e Atlassian promoveram mais uma edição do Atlassian Executive Forum. O evento tem como objetivo reunir CIOs e Líderes que utilizam as ferramentas Atlassian, gerando o compartilhamento de boas práticas e soluções que tornam equipes...

Retrospectiva 2018: um ano para ficar na história

Expansão da e-Core Não poderíamos terminar o ano de 2018 sem falar em expansão. Desde março de 2017, quando a e-Core expandiu o espaço da sua matriz na capital gaúcha, o crescimento seguiu de forma constante. Só neste ano, foram mais três novos escritórios,...

Post-mortem Jira Ops

Post publicado pela Atlassian originalmenteGrandes incidentes são inevitáveis, e consertá-los é a principal prioridade para quaisquer equipes de Operações ou DevOps. Mas o que acontece após o serviço ser restaurado? As equipes aproveitam o tempo para entender...

Share This